Home > Opinião > Brasileiro Yago Dora vence mundial de surfe na Califórnia

Brasileiro Yago Dora vence mundial de surfe na Califórnia

por | ago 5, 2019 | Campeonatos, Destaque, Opinião, WSL

Yago Dora vence “Vans US Open”, disputado em Huntington Beach, Califórnia, no último domingo (04). A performance do brasileiro torna evidente, aos fãs e espectadores, o que significa surfar perfeitamente!

Com a vitória, Yago Dora ganha 10 mil pontos no ranking Qualifying Series (QS), circuito mundial da divisão de acesso, além de 30 mil dólares em premiação.

Não é de hoje que sou uma grande fã de Yago. O surfista de Santa Catarina, filho do treinador Lendro Dora, possui, na minha visão, a perfeita combinação entre o que se pode chamar de surfe clássico e progressivo.

Por fim, Dora mostra como surfar de maneira aguerrida, deferindo aéreos e verdadeiras “pauladas verticais” com perfeição e, ao mesmo tempo, encher os olhos de quem não abre mão de manobras clássicas, do velho e sempre bom surfe de borda.

“É uma sensação incrível e estou muito feliz, pois esse é o melhor resultado da minha carreira”.

Yago Dora, vencedor do Vans US Open 2019.
Foto de Kenny Morris/WSL via Getty Images).
Foto de Jenny Herron/WSL via Getty Images.

“Eu quero agradecer a minha família, meus patrocinadores, meu shaper pela prancha mágica, todos meus amigos que estão assistindo em casa e toda torcida brasileira, que está aqui na praia. Estou muito amarradão”.

Yago Dora.

Vice-campeão da etapa, Liam O´Brien, da Austrália, ganha 45 posições e assim passa a ocupar o 10º lugar do ranking QS.

Evento estrelado

Diversas “estrelas” do circuito principal, o CT (Championship Tour), da Liga Mundial de Surfe (WSL) participaram desta etapa.

Além do próprio Yago Dora, que ocupa a 25ª posição no ranking principal (CT), outros brasileiros participaram como o campeão mundial Adriano de Souza, Deivid Silva, Michael Rodrigues, Willian Cardoso, entre outros.

Como resultado, Dora ocupa a 4ª colocação no ranking QS. Já o paulista Alex Ribeiro, com quem Yago disputou e venceu na semi, sobe para a 3ª posição (QS). A escalada de Ribeiro é, certamente, garantia de um possível retorno do atleta ao CT (Championship Tour).

por Janaína

Sobre o autor

Origem Surf

Janaína Pedroso surfa há 21 anos. É formada em Comunicação Social/Jornalismo, com especialização em Roteiro para TV, Teatro e Cinema. Já atuou como apresentadora com passagens pela Globo, Band e CNT e como repórter para Editora Trip. Atualmente divide seu tempo entre a maternidade, o surfe, a produção de textos e à frente da empresa de comunicação Origem Press.

Postagens relacionadas
Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

O surf de Yago brilhou em El Salvador. A etapa Surf City El Salvador Pro finalizada ontem, 09, mostrou que o Brasil está na briga por mais um título mundial. Apesar da vitória de John John Florence, os brasileiros Yago Dora, vice-campeão, e Gabriel Medina avançaram no...

A história por trás de um viral emblemático do surf

A história por trás de um viral emblemático do surf

A internet trouxe com ela alguns fenômenos e um deles é sem dúvida o viral, aquele vídeo ou foto que viraliza, e alimenta o algorítimo em escalas montanhosas; e o surf também surfa a onda. Quanto mais visualizações, mais o bicho ganha tração. No surf há inúmeras...

Como o surf tem me salvado esses dias

Como o surf tem me salvado esses dias

Uma folha em branco, um nó na garganta, uma vontade de chorar, medo. As cenas do RS são de entristecer qualquer um. Não bastasse a violência das águas que varreram de casas a corpos, dias após a tragédia, as cenas são ainda mais devastadoras. Crianças sem pais em...

0 comentários

inscrição feita!

Pin It on Pinterest