Home > Destaque > Visita ilustre: baleias-de-bryde avistadas em Ilhabela

Visita ilustre: baleias-de-bryde avistadas em Ilhabela

por | dez 10, 2019 | Ambiente, Destaque | 4 Comentários

Três baleias-de-bryde (Balaenoptera edeni) foram avistadas neste final de semana no litoral de Ilhabela (SP), pelo fotógrafo e pesquisador Julio Cardoso, do Projeto Baleia à Vista.

por Janaína

“Esta espécie de baleia é residente no nosso litoral norte”, conta Cardoso. Apesar de serem frequentes, indivíduos da espécie andavam sumidos. De acordo com o pesquisador, este ano, entre abril e outubro, a espécie não havia sido avistada.

“As Brydes, que estão aqui o ano inteiro, aparecem com frequência no verão para se alimentarem de cardumes (sardinhas e manjubas) que se aproximam nesta época do ano”.

Apesar de frequentes, conhece-se pouco sobre elas. “Nós temos um catálogo com dezenas de indivíduos diferentes e estamos buscando conhecer e entender melhor o comportamento delas e o censo de população”, diz Julio.

Aviso aos navegantes

Conforme Portaria do Ibama nº 117/96 é vetado às embarcações:

  • Aproximar-se de qualquer espécie de baleia com o motor ligado a menos de 100 m de distância do animal mais próximo;
  • Religar o motor antes de avistar claramente as baleias na superfície ou a uma distância de no mínimo 50 m da embarcação;
  • Perseguir, com motor ligado, qualquer baleia por mais de 30 m, ainda que respeitadas as distâncias estipuladas acima;
  • Interromper o curso de deslocamento de cetáceo de qualquer espécie, dividindo-os ou dispersando-os;
  • Penetrar intencionalmente em grupos de cetáceos de qualquer espécie, dividindo-os ou dispensando-os.
  • Produzir ruídos excessivos, tais como música, percussão de qualquer tipo ou outros, além daqueles gerados pela operação normal da embarcação, a menos de 500 m de qualquer cetáceo;
  • Despejar qualquer tipo de detrito, substância ou material a menos de 500 m de qualquer cetáceo;
  • É proibida a prática de mergulho ou natação, com ou sem o auxílio de equipamentos, a uma distância inferior a 50 m de baleia de qualquer espécie.

Baleia surfista?

E por falar em baleia e surfe, que tal essa performance?

Sobre o autor

Origem Surf

Janaína Pedroso surfa há 21 anos. É formada em Comunicação Social/Jornalismo, com especialização em Roteiro para TV, Teatro e Cinema. Já atuou como apresentadora com passagens pela Globo, Band e CNT e como repórter para Editora Trip. Atualmente divide seu tempo entre a maternidade, o surfe, a produção de textos e à frente da empresa de comunicação Origem Press.

Postagens relacionadas
Surfar traz felicidade aponta estudo recente

Surfar traz felicidade aponta estudo recente

Surfar traz felicidade, isso é o que mostra estudo recente elaborado por pesquisadores da Universidade de Bristol, em parceria com The Wave; envolvendo mais de 1300 surfistas. Os resultados foram divulgados em um relatório que contem dados interessantes sobre...

J-Bay Classic reúne veteranos em evento especial

J-Bay Classic reúne veteranos em evento especial

Um seleto grupo de convidados chegou a Jeffreys Bay para o J-Bay Classic da World Surf League (WSL) apresentado pela Corona Specialty, que ocorre de 17 a 23 de junho de 2024. Entre os convidados estão Adriano de Souza, Mark Occhilupo, Stephanie Gilmore, Coco Ho e...

4 Comentários

  1. maria cristina veiga de assis lage

    Perfeito. Principalmente as regras de aproximaçao. Por desconhece-las pidemos nos acidentar e/ou causar danos aos animais.

    • Miriam

      Elas não atacam a gente, ?tenho pavor de baleias
      Se forem mansinhas tudo bem as vi surfando, uma graça! Já chega no States que a ondas estavam fortes que não conseguíamos ficar de pé na beirada do mar, agora em ILHABELA tbm? Que nem ondas tínhamos? Acabou meu sossego!!!!

    • Marcos Pacheco de Aquino

      Oi Cris Tudo Bom?…só pode ser você, você foi minha chefe no DPH no século passado, anos 1980 ou estou enganado? Aqui é o Marcos, tudo a ver você estar agora na Ilha Bela, estivemos lá nessa época em um Carnaval, na belíssima casa do Lauresto…abraços!!!

  2. MGWIN

    What do an administrative assistant, exercise physiologist, and music https://mgwin88tm.com/ composition major have in common? They are all among our top hires for software developer roles. Many stellar engineers have no formal certifications or degrees; some didn’t go to college. We believe that there’s no single “best” route to a role. Often, less-traveled roads can provide invaluable experience and unexpected perspectives.

inscrição feita!

Pin It on Pinterest