Home > Campeonatos > Em decisão inédita, títulos mundiais serão disputados por quatro brasileiros

Em decisão inédita, títulos mundiais serão disputados por quatro brasileiros

por | ago 27, 2021 | Campeonatos, Destaque | 4 Comentários

Pela primeira vez em 45 anos, os títulos mundiais de surfe serão disputados entre os cinco surfistas melhores colocados do ranking e quatro deles são brasileiros. Gabriel Medina, líder, Italo Ferreira e Filipe Toledo (segundo e terceiro, respectivamente), além de Tatiana Weston-Webb que, com 34,715 pontos, ocupa a vice liderança.

Italo Ferreira na Indonésia. Foto Kelly Cestari/WSL


O inédito Rip Curl WSL Finals será realizado entre 9 e 17 de setembro, em Lower Trestles, Califórnia.

O esquema mata-mata difere de todas as decisões por títulos mundiais, desde o primeiro circuito profissional de surfe, em 1976, quando as finais eram, até hoje, disputadas entre surfistas que terminaram em primeiro lugar no ranking.

Em um ano atípico, os cinco melhores de cada categoria foram definidos na sétima etapa do ano, ocorrida no México, em Barra de la Cruz, encerrado no último dia 13.

“Todas as atenções estão voltadas para o Rip Curl WSL Finals e estamos muito animados em terminar a temporada de 2021 coroando os campeões mundiais em Lower Trestles. Será um dia histórico para o surfe, com os títulos mundiais masculino e feminino sendo decididos no mesmo dia, pelos cinco melhores surfistas de cada categoria. Não vejo a hora de chegar o evento para ver quem irá levar o título mundial para casa”.

Jessi Miley-Dyer, gerente geral de circuitos e competições da World Surf League.

De acordo com a Liga, os líderes dos rankings, Gabriel Medina e Carissa Moore, terão mais chances de conquistar os títulos, pois têm o privilégio de disputar uma melhor de três baterias, contra quem passar pelos outros confrontos mata-mata. A primeira medalhista de ouro da história do surfe nas Olimpíadas vai tentar seu quinto título e o brasileiro pode se tornar o sexto surfista a ser campeão três vezes nos 45 anos do Circuito Mundial.

Chave feminina

Chave masculina

O evento será transmitido ao vivo no site, aplicativo e YouTube da WSL, e também pela ESPN Brasil.

Sobre o autor

Origem Surf

Janaína Pedroso surfa há 21 anos. É formada em Comunicação Social/Jornalismo, com especialização em Roteiro para TV, Teatro e Cinema. Já atuou como apresentadora com passagens pela Globo, Band e CNT e como repórter para Editora Trip. Atualmente divide seu tempo entre a maternidade, o surfe, a produção de textos e à frente da empresa de comunicação Origem Press.

Postagens relacionadas
Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

O surf de Yago brilhou em El Salvador. A etapa Surf City El Salvador Pro finalizada ontem, 09, mostrou que o Brasil está na briga por mais um título mundial. Apesar da vitória de John John Florence, os brasileiros Yago Dora, vice-campeão, e Gabriel Medina avançaram no...

A história por trás de um viral emblemático do surf

A história por trás de um viral emblemático do surf

A internet trouxe com ela alguns fenômenos e um deles é sem dúvida o viral, aquele vídeo ou foto que viraliza, e alimenta o algorítimo em escalas montanhosas; e o surf também surfa a onda. Quanto mais visualizações, mais o bicho ganha tração. No surf há inúmeras...

Como o surf tem me salvado esses dias

Como o surf tem me salvado esses dias

Uma folha em branco, um nó na garganta, uma vontade de chorar, medo. As cenas do RS são de entristecer qualquer um. Não bastasse a violência das águas que varreram de casas a corpos, dias após a tragédia, as cenas são ainda mais devastadoras. Crianças sem pais em...

4 Comentários

  1. Romeu

    Cara …assustadora a fase do surf nacional. Parabéns a Brazilian storm. Gosto de todos os caras mas um título para abrilhantar a carreira do Felipinho me deixaria muito feliz.

  2. Carlos Adil

    Merecido esse domínio do SURF mundial por Brazucas. ????????????????????‍♂️????‍♂️????‍♂️. Sou da água doce, interior Paulisra. Mas morei no Guarujá sp por cinco anos. Sou da geração Picuruta Salazar, jo jo de Olivença, Amaro, Neto, Paulinho do Tombo. Atualmente fã de MEDINA. ????????‍♂️????????‍♂️????????‍♂️????????‍♂️????????‍♂️????????????????????????????????????????????????????????

  3. Alan

    Os brasileiros estão dando show, parabéns a todos, qualquer um que ganhar vai ser massa

  4. Ney

    Janaína, é título mundial disputado entre quatro surfistas, e não títulos mundiais.

inscrição feita!

Pin It on Pinterest