O brasileiro Lucas Chianca, o Chumbo, foi destaque do evento da WSL, em Nazaré, realizado ontem, 13, na Praia do Norte, em Portugal. Já Justine Dupont levou o prêmio de melhor performance feminina e Pedro Scooby ficou com o título de surfista mais comprometido, com mais atitude.

Lucas e Justine celebram melhores performances individuais. Foto Laurent Masurel/World Surf League.

A melhor performance entre as duplas também coroou Chumbo, já que ele e Kai Lenny conquistaram o prêmio de melhor time.

O mais atirado

“Foi uma bateria muito louca. Nós estávamos escolhendo as ondas erradas no começo e isso estava me deixando tenso, mas Nic (Von Rupp), conseguiu me acalmar e terminamos pegando uma bomba”, diz Pedro Scooby, que surfou um tubo perfeito durante o evento.

Scooby foi destaque com tubo quase nota 10. Foto Antoine Justes/World Surf League

A disputa individual masculina foi acirrada entre os brasileiros Chumbo e Scooby. Embora Pedro tenha surfado um tubo impressionante, que lhe rendeu quase um dez, (9,5), Lucas Chumbo levou a melhor no somatório final, com 23.34 contra 22.90 de Scooby.

Apesar de condições perfeitas, as esperadas ondas gigantescas não rolaram. Portanto, não houve expectativa para quebra de recordes.

Entre as mulheres

A francesa e favorita ao título, Justine Dupont fez jus ao favoritismo e mesmo com uma interferência ficou a frente das brasileiras Maya Gabeira e Michelle de Bouillons.

Justine Dupont vence na categoria feminina. Foto Antoine Justes/World Surf League.

Dose extra de emoção

Acidentes envolvendo jet-skis deram ao evento dose extra de tensão. Nada grave, apenas um susto… Assista!

fontes Hardcore e WSL