A Rip Curl, no Brasil, anunciou o patrocínio de Maria Eduarda Cesar, 15 anos, uma das mais telentosas surfistas de base do país. Filha de mãe baiana e pai carioca, a menina agora sonha inspirar outras garotas.

Em entrevista ao site Origem Surf, Maria Eduarda conta o que pensa sobre a conquista, como o patrocínio da Rip Curl deve transformar sua vida e quem são suas inspirações. Além disso, a surfista explica a ligação com o pai, também surfista e shaper Eduardo Felippe.

Como você se sente, sendo talvez a primeira surfista negra a fazer parte da equipe Rip Curl?

Eu me sinto muito grata por fazer parte da equipe da Rip Curl, sei que não estou lá só por ser negra, mas também pelo meu potencial no surfe. Só tenho que agradecer. Quero incentivar outras mulheres e meninas negras a seguirem com seus sonhos de continuar uma carreira no surf. 

Seu contrato inclui viagens pelo mundo? Consegue contar como esse patrocínio deve transformar sua realidade?

Neste meu primeiro ano de contrato o foco não está em viagens, mas em competições nacionais, como Taça Brasil, Circuito Amador de Surf, Pro Junior e etapas do QS (qualifying series). O foco será mesmo nas competições no Brasil.

Em relação ao patrocínio estar transformando minha realidade, com certeza; e vai transformar ainda mais! Vai abrir portas, me dar oportunidade e visibilidade no mundo do surf.

Acompanho sua carreira há algum tempo, e sempre foi muito perceptível a relação de afeto que você mantém com seu pai. Conta um pouco como é sua relação com ele?

Eu e meu pai somos muito unidos. Ele sempre me treinou, ensinou e levou para surfar, desde pequena. Por causa do surf ficamos muito próximos, ele é meu grande amigo. Sei que posso contar com ele e foi o surf que fez com que a gente ficasse tão próximos. 

Por que sua avó é sua inspiração?

Minha avó é uma mulher muito boa, muito justa, somos muito próximas. Ela mora do lado de casa e sempre fico com ela, que sempre me aconselha. Ela é uma mulher tão boa, generosa, carinhosa que tornam ela uma inspiração de mulher e de vida para mim.

Raio X Maria Eduarda

  • Nome Maria Eduarda Andrade Cesar
  • Nascimento – 07/08/2008, Rio Grande do Sul
  • Local de treino – Engenhoca, Itacaré, Bahia
  • Onda dos sonhos – Nias, Indonésia
  • Meta – entrar pra elite mundial de surf
  • Sonho – Ser campeã mundial
  • Inspiração no surf – Gabriel Medina
  • Inspiração na vida – minha vó (Ivanir, 78 anos)
  • Olimpíadas – sonho de qualquer atleta
Maria Eduarda Rip Curl
Maria Eduarda nova integrante da Rip Curl Brasil. Reprodução Instragram