Parque inicia as atividades na sexta (17) com infraestrutura para diversas práticas esportivas e abertura gradual de instalações como academia, espaço yoga, boliche, piscinas, restaurantes e lojas

A Surfland Brasil anuncia abertura com o inicio das atividades programado para amanhã, 17, após 2 anos e meio de construção. A Surfland vai abrir em modo “soft open“, e surfistas de todo o país poderão comprar tickets para surfar a onda produzida com tecnologia espanhola Wavegarden.

A piscina em Garopaba é capaz de produzir diversos tipos de ondas – uma a cada quatro segundos – que chegam até 1,9m de altura. A área total é de 25 mil m², equivalente a cerca de 20 piscinas olímpicas.

“É a concretização de um sonho para todos que amam surfe e principalmente, para a equipe que cuidou de todos os detalhes da execução da obra da piscina mais avançada em termos de tecnologia no mundo”, define André Giesta, CEO da Surfland Brasil.

Ao longo da abertura, gradualmente, serão inaugurados outros espaços da Surfland e instalações como academia, espaço yoga, piscinas, boliche, restaurantes e lojas. Na Vila Surfland, foram fechadas parcerias com marcas como Osklen, Chili Beans e Surf Trip. De acordo com a Surfland, o complexo terá mais de 500 funcionários quando estiver em plena atividade.

Após o encerramento do soft opening, a Surfland Brasil organiza o início da operação do resort. Serão 278 apartamentos, distribuídos em sete prédios. O empreendimento é comercializado em modelo de multiproriedade e ainda tem frações à venda.

Além da piscina, a Surfland oferece infraestrutura para tênis, beach tennis, vôlei de praia, basquete, futebol de grama sintética e skate com uma das maiores pistas da América Latina, projetada pelo campeão Pedro Barros, um dos grandes nomes do skate.

surfland abertura
A surfista Bela Nalu surfa na Surfland em Garopaba. Foto Divulgação Surfland / Renato Leal