Home > Destaque > ‘Festival Internacional de Cinema de Surf’ recebe inscrições

‘Festival Internacional de Cinema de Surf’ recebe inscrições

por | abr 4, 2022 | Destaque

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba (FICSU), que ocorre de 16 a 19 de junho, na Praia Vermelha do Norte, em Ubatuba.

Serão aceitas produções nacionais e estrangeiras realizadas a partir de 1 de janeiro de 2019, que tenham o surfe como temática, de todos os gêneros, formatos, duração e região de produção. O período de inscrição vai até dia 10 de abril.

Noite de lua cheia no Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba. Crédito: Maria Capai

A seleção das obras será realizada pelo Comitê de Curadoria do Festival e concorrem em cinco categorias, além do Prêmio de Júri Popular e Prêmio de Júri Oficial.

As categorias são as seguintes:

  • Prêmio Praia Grande – a praia mais popular de Ubatuba, um prêmio para o filme mais popular;
  • Prêmio Sununga – uma praia diferente, boa para a prática de skimboard, as ondas batem na pedra e voltam laterais, um prêmio para um filme inovador, que muda a forma de vermos as coisas;
  • Prêmio Vermelhinha – uma praia de surf mais radical, com ondas que quebram bem perto da areia, um prêmio para um filme mais radical, que nos leva ao limite;
  • Prêmio Itamambuca – uma praia que agrada a todos, com ondas regulares, durante o ano todo, um prêmio para um filme completo, com boa narrativa, bem feito em todos os seus aspectos;
  • Prêmio Perequê-Açú – uma praia onde fica a escola de surfe de Ubatuba, ideal para quem está começando, um prêmio para realizadores estreantes (primeiro ou segundo filme).

O formato do evento segue o mesmo do ano anterior, com quatro dias de sessões de cinema “pé na areia”, além de atrações como shows de música, ações de sustentabilidade, oficinas, feira de produtores locais entre outras coisas.

A segunda edição do Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba é apresentada pela Decathlon e Ministério do Turismo, conta com os apoios da Fundart e Prefeitura de Ubatuba, co-realizada pelo Instituto Semente e Trapézio Produções Culturais. 

Para mais informações e regulamento completo acesse https://ficsu.com.br/inscricao/

Sobre o autor

Origem Surf

Janaína Pedroso surfa há 21 anos. É formada em Comunicação Social/Jornalismo, com especialização em Roteiro para TV, Teatro e Cinema. Já atuou como apresentadora com passagens pela Globo, Band e CNT e como repórter para Editora Trip. Atualmente divide seu tempo entre a maternidade, o surfe, a produção de textos e à frente da empresa de comunicação Origem Press.

Postagens relacionadas
Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

O surf de Yago brilhou em El Salvador. A etapa Surf City El Salvador Pro finalizada ontem, 09, mostrou que o Brasil está na briga por mais um título mundial. Apesar da vitória de John John Florence, os brasileiros Yago Dora, vice-campeão, e Gabriel Medina avançaram no...

A história por trás de um viral emblemático do surf

A história por trás de um viral emblemático do surf

A internet trouxe com ela alguns fenômenos e um deles é sem dúvida o viral, aquele vídeo ou foto que viraliza, e alimenta o algorítimo em escalas montanhosas; e o surf também surfa a onda. Quanto mais visualizações, mais o bicho ganha tração. No surf há inúmeras...

Como o surf tem me salvado esses dias

Como o surf tem me salvado esses dias

Uma folha em branco, um nó na garganta, uma vontade de chorar, medo. As cenas do RS são de entristecer qualquer um. Não bastasse a violência das águas que varreram de casas a corpos, dias após a tragédia, as cenas são ainda mais devastadoras. Crianças sem pais em...

0 comentários

inscrição feita!

Pin It on Pinterest