A equipe brasileira mantém um desempenho sólido no Mundial Junior WSL Oceanside, visando aumentar o número de títulos para 10. Na quinta-feira, com condições de mar desafiadoras em Oceanside Pier, apenas a competição masculina ocorreu, com três surfistas brasileiros avançando para as quartas de final do SAMBAZON World Junior Championships, realizado na Califórnia, EUA. Ryan Kainalo liderou sua bateria com um novo recorde de 15,83 pontos, enquanto Heitor Mueller obteve a primeira nota acima de 9 pontos do dia e Leo Casal confirmou a sequência de vitórias brasileiras nas oitavas de final.

As oitavas de final femininas serão realizadas na sexta-feira, com a peruana Sol Aguirre e a brasileira Laura Raupp, que estabeleceu novos recordes na quarta-feira, entre as competidoras. O evento determina os últimos campeões mundiais de 2023 da WSL e está sendo transmitido ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

Brasileira Laura Raupp segue na disputa após performance excelente. Foto Kenny Morris/World Surf League.

Nas quartas de final masculinas, Heitor Mueller enfrentará o vice-campeão mundial Junior de 2022, Levi Slawson, enquanto Ryan Kainalo competirá contra o norte-americano Jett Schilling. Leo Casal, que eliminou um competidor dos EUA nas oitavas, enfrentará o australiano Jarvis Earle.

Na quinta-feira, as oitavas de final masculinas começaram às 11h30 após o adiamento das competições femininas devido às condições do mar. Os brasileiros tiveram sucesso contra os recordistas de nota dos dias anteriores. Heitor Mueller superou Shion Crawford com uma pontuação final de 15,00 a 13,20, enquanto Ryan Kainalo estabeleceu um novo recorde de 15,83 pontos contra o sul-africano Luke Thompson.

Ryan Kainalo no mundial. Foto Kenny Morris/World Surf League.

O Brasil, com um recorde de 9 títulos desde 1998, busca seu décimo troféu no SAMBAZON World Junior Championships 2023, com Heitor Mueller e Leo Casal representando o país. Leo Casal venceu o americano Taj Lindblad por 12,37 a 10,80 pontos, marcando a terceira vitória brasileira do dia.

O evento continua na sexta-feira com a primeira chamada às 7h15 em Oceanside, correspondendo às 12h15 no horário de Brasília. A competição é transmitida ao vivo pela World Surf League.

Mundial Junior WSL Oceanside

O Mundial Junior WSL Oceanside é um dos eventos mais prestigiados no calendário da World Surf League, reunindo os melhores talentos jovens do surf mundial. Realizado na icônica praia de Oceanside, na Califórnia, o campeonato é uma vitrine para as futuras estrelas do surf, oferecendo performance esportiva de alto nível.

Este torneio é especialmente significativo, pois marca a conclusão do circuito mundial júnior de surf. Os competidores, todos abaixo dos 20 anos, vêm de várias partes do mundo para disputar o título.

Oceanside Pier, conhecido por suas ondas consistentes e condições ideais para surf, proporciona o cenário perfeito para o evento. A praia não é apenas um ponto de encontro para a comunidade local de surf, mas também atrai fãs e espectadores de todo o mundo.

Heitor Mueller durante mundial junior na Califórnia. Foto Kenny Morris/World Surf League

PRÓXIMAS BATERIAS DO SAMBAZON WORLD JUNIOR 2023:

QUARTAS DE FINAL – Derrota=5.o lugar com US$ 2.000:
1.a: Levi Slawson (EUA) x Heitor Mueller (BRA)
2.a: Jett Schilling (EUA) x Ryan Kainalo (BRA)
3.a: Jarvis Earle (AUS) x Leo Casal (BRA)
4.a: Jackson Bunch (HAV) x Joel Vaughan (AUS)

OITAVAS DE FINAL – Derrota=9.o lugar com US$ 1.500:
1.a: Erin Brooks (CAN) x Noah Klapp (ALE)
2.a: Sol Aguirre (PER) x Eweleiula Wong (HAV)
3.a: Ellie Harrison (AUS) x Annette Gonzalez Etxabarri (ESP)
4.a: Zoe Benedetto (EUA) x Nora Liotta (HAV)
5.a: Sierra Kerr (AUS) x Keira Buckpitt (AUS)
6.a: Nanaho Tsuzuki (JPN) x Laura Raupp (BRA)
7.a: Bella Kenworthy (EUA) x Louise Lepront (AFR)
8.a: Zahli Kelly (AUS) x Talia Swindal (EUA)