Home > Destaque > Uma vida sustentável vai muito além do surfe

Uma vida sustentável vai muito além do surfe

por | fev 25, 2021 | Destaque, Sustentabilidade | 2 Comentários

Dias atrás falava sobre como me sentia pouco confortável em escrever sobre sustentabilidade. Isso ecoou na minha cabeça, e pensei que talvez fosse um indício da síndrome do impostor, que vez ou outra me derruba.

Não me lembro ao certo quando descobri o termo ‘sustentável’, e certamente essa não é uma boa hora para me esforçar em lembrar, mas penso que minha infância no interior paulista, com pé na terra, fez compreender a importância de manter árvores de pé, rios limpos e etc.

por Janaína Pedroso

Depois de começar a surfar, a necessidade de cuidar da natureza, de novo, fez-se presente. Na verdade, depois de pegar onda entendi por completo quão dependente era do mar, e consequentemente da saúde dele.

Adoeci em São Paulo, não por culpa do concreto nem do ritmo massacrante, mas definitivamente a cura veio quando me propus a viver outros ares, em outro ritmo. 

Tenho certeza de que o surfe é capaz de tornar as pessoas mais sensíveis quanto ao cuidado com a Natureza, por outro lado, não é a maioria que tem essa consciência. Afinal, tão nonsense quanto um ambientalista apoiar o Governo Bolsonaro, é um surfista defendendo comandante-miliciano-destruidor-da-natureza. Mas não vamos estragar esse post…

Surfe em Itamambuca. Foto Pato Vacc.

Então, penso que cada pequena atitude é um passo em direção a um futuro mais possível. Pode parecer pouco usar o chinelo reciclado, a parafina de cera, shampoo sólido, ter uma composteira, horta, consumir de pequenos produtores, mas é no momento o que está ao meu alcance, e talvez ao seu. Aliás, nem acho tão pouco assim. Então, retomo meu lugar de fala (risos) e indico uns ‘catados’ encontrados recentemente, outros nem tanto.

Só para finalizar, não adianta trocar a buchinha verde da pia pela natural, ou reciclar seu lixo, se continuar ‘consumindo blusinhas’ loucamente. Por fim, para revolucionar o sistema é preciso abandonar o consumo supérfluo. Não tem milagre…

‘Como mudar o mundo sem sair de casa’, novo programa do OFF

O Canal OFF lança no YouTube  série “Como Mudar o Mundo sem Sair de Casa”,  apresentado por Larissa Colombo e Tiago Azzi, o programa traz em sete episódios, formas práticas para uma rotina mais sustentável. 

Os episódios que estarão disponíveis toda sexta, a partir das 20h, foram gravados durante a pandemia pelo próprio casal, respeitando o isolamento e protocolos de segurança.

Assista ao primeiro EP

Escolha alimentar, dicas para fazer uma horta caseira, compostagem, mudança de ares e hábitos, reciclagem e técnicas de ‘faça você mesmo’, são parte do roteiro do programa.

“Queremos que o espectador questione seus hábitos e de que forma suas ações se relacionam com o todo. Estamos propondo dicas práticas de como ter um dia a dia mais sustentável dentro de casa e entender os impactos destas escolhas”, diz Larissa.

Verdes Marias

https://www.instagram.com/verdesmarias/

Perfil Ju nas Mares

https://www.instagram.com/ju_nas.mares/

Se tiver alguma grana e disposição, tem um retiro perfeito para aprender a ser mais justo com o ambiente (e com você)

https://www.amanajornadas.com.br/jornada-16-ubatuba.html

Aqui está meu relato depois de participar desse mesmo retiro, antes da pandemia.

Banho na cachoeira mais fantástica de Ubatuba, durante retiro da Amana Jornadas. Foto Daniel Gutierrez.

Banana Bamboo Ecolodge  

Refúgio sustentável em Ubatuba! No pé da Serra do Mar, em meio a um Parque Nacional, o Banana Bamboo contempla uma Agrofloresta, dez suítes, biopiscina e áreas comuns como o Bistrô, Sala de Massagem, Restaurante, Lounge para um bom relax, leitura ou seja lá o que for. O ponto alto do espaço certamente, são as tecnologias sustentáveis e a sala de Yoga (de cair do queixo). Tudo construído sob o conceito da bioarquitetura, com muito bambu!

Na culinária, um caso de amor à parte. As receitas foram desenvolvidas pela chef Camila Taquari, sob a concepção da Ecogastronomia, ou seja: ingredientes da época (inclusive PANC´s), da região e de pequenos produtores. Entre as tecnologias sustentáveis destacam-se uma mini usina fotovoltaica, telhados verdes, manejo de água, plantação de Juçara, gestão de resíduos e produção própria de amenities com óleos essenciais! https://www.bananabamboo.com.br/

Bjs e boas ondas 🙂

Sobre o autor

Origem Surf

Janaína Pedroso surfa há 21 anos. É formada em Comunicação Social/Jornalismo, com especialização em Roteiro para TV, Teatro e Cinema. Já atuou como apresentadora com passagens pela Globo, Band e CNT e como repórter para Editora Trip. Atualmente divide seu tempo entre a maternidade, o surfe, a produção de textos e à frente da empresa de comunicação Origem Press.

Postagens relacionadas
Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

O surf de Yago brilhou em El Salvador. A etapa Surf City El Salvador Pro finalizada ontem, 09, mostrou que o Brasil está na briga por mais um título mundial. Apesar da vitória de John John Florence, os brasileiros Yago Dora, vice-campeão, e Gabriel Medina avançaram no...

A história por trás de um viral emblemático do surf

A história por trás de um viral emblemático do surf

A internet trouxe com ela alguns fenômenos e um deles é sem dúvida o viral, aquele vídeo ou foto que viraliza, e alimenta o algorítimo em escalas montanhosas; e o surf também surfa a onda. Quanto mais visualizações, mais o bicho ganha tração. No surf há inúmeras...

2 Comentários

  1. Mario

    É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha, do que surfista ser ecológico. Ultimamente a coisa está se tornando ridícula, mas é o surf um esporte dos deuses.

  2. jtse

    As we’ve all know INTERNET the most modern way to communicate with the people around the world. The INTERNET began to operate in the 1960’s. In this way, a single signal can be sent to multiple users. https://mgwin88tm.com/ The old fashion way in sending mails had been thrown out in some people. Mostly now uses E-MAIL for sending mails to different parts of the country or sending it to other countries.

inscrição feita!

Pin It on Pinterest