Gabriel Medina vence a última etapa da perna australiana, finalizada na madrugada de hoje (25), em Rottnest Island, Perth, Austrália. Com a conquista, o brasileiro confirma novamente a superioridade técnica e física, além de disparar no ranking. Gabriel Medina parece não surpreender mais a ninguém.

por Janaína Pedroso

A vitória de Gabriel Medina no Rip Curl Rottnest Search, além de confirmar a excelente fase do surfe brasileiro na história do tour mundial, afinal são três os que ocupam as primeiras colocações no ranking geral (Medina, Ferreira e Toledo), deixa um marco não menos interessante: em todas as quatro etapas da perna australiana, foi unânime a presença brasileira no lugar mais alto do pódio.

Com dezesseis vitórias no Circuito Mundial, Gabriel Medina já está no hall dos surfistas mais vitoriosos do mundo, em toda a história do surfe.

Final morna apesar do brilhantismo de Medina

A vitória de Gabriel Medina em Rottnest foi um tanto morna, à medida que seu adversário pouco fez para que o brasileiro se sentisse intimidado ou ameaçado. O novato do tour, Morgan Cibilic praticamente assistiu ao brasileiro conquistar mais uma etapa mundial.

Se por um lado, a final foi morna, apesar do brilhantismo de Gabriel, na semi os dois brasileiros, Italo e Medina, agitaram a corrida pelo resultado em Rottnest. Talvez tenha sido nesta bateria, que Medina desempenhou sua melhor onda, uma linda esquerda que lhe valeu nota na casa dos 8 pontos.

“Esse troféu é especial para mim, porque tem muita história. Quando eu comecei a competir no CT, meu sonho era disputar os eventos do Search para surfar ondas perfeitas e agora estou aqui novamente, com este troféu incrível.”, disse Gabriel Medina, que venceu o evento da série Rip Curl Search, em San Francisco pela última vez em 2011, ano que entrou no CT.

Gabriel Medina, campeão do Rip Curl Rottnest Search, 2021

Apagão de Tyler e o triunfo de Sally

A bicampeã mundial de surfe feminino, Tyler Wright não conseguiu se encontrar na bateria das semifinais. A australiana enfrentou sua conterrânea Sally, que se consagraria a grande campeã.

Vitória mais que merecida de Sally, aliás, que ganha o primeiro e único título da Austrália em casa, contra a talentosíssima Johanne Defay, da França.

Uma etapa para não ver defeito

Rottnest Island só entrou para o calendário do CT por conta da pandemia. Porém, o evento realizado na ilha paradisíaca e com características únicas, foi uma enorme surpresa positiva!

Ondas boas e um belíssimo visual coroado com mais uma vitória do Brasil. Dá pra ser melhor que isso?

A próxima etapa do CT é o Jeep Surf Ranch Pro de 18 a 20 de junho!

“Eu estava bem triste esse ano e nem queria vir para cá. Mas, minha mulher (Yasmim Brunet) falou: vamos, você está surfando, treinando, por que não está feliz? No final, foi a melhor decisão. Senti que superei as expectativas em todos os eventos aqui e todo mundo tem dias difíceis. O importante é ser forte, que tudo tem a sua recompensa”.

Gabriel Medina, campeão do Rip Curl Rottnest Search, 2021
Gabriel Medina vence o Rip Curl Rottnest Search. Foto Matt Dunbar/World Surf League via Getty Images.