Home > Lifestyle > Curta faz refletir porque perde-se a vontade de surfar

Curta faz refletir porque perde-se a vontade de surfar

por | dez 27, 2022 | Destaque, Lifestyle, Notícias

Curta metragem ‘Sem vontade de surfar’, estrelado por Edinho Leite, surfista e apresentador do programa Série ao Fundo, tem tom poético e leva a reflexões acerca da vontade de surfar, muitas vezes perdida

Sem vontade de surfar, com Edinho Leite. Reprodução YouTube.

Eu sumi seis meses, andava sem vontade de surfar. De junho a dezembro nada, raríssimas sessões de surf e nenhum post. Parei de escrever, surfar e consumir surf. Voltei recentemente meio devagar e sem ritmo.

por Janaína Pedroso

Retomar aos poucos convém certo critério. Perder etapas da WSL me colocou à margem, e se já sentia dificuldade de escrever sobre as etapas de CT e QS, hoje ficou um pouco pior. Entretanto, voltei a ter tesão no surf. E no final do dia é só isso que importa.

Escrevo isso porque recebi do Edinho essa poesia em forma de vídeo. “Até Logo” me tocou de um jeito que é complicado descrever de forma justa, sem que pareça leviano.

Um misto de tristeza, alegria, alívio. Emoções tão antagônicas correram por mim quase que ao mesmo tempo. Aliás foi ao mesmo tempo sim.

Basicamente, o vídeo, estrelado pelo surfista, jornalista e apresentador Edinho Leite, causou um curto-circuito emocional.

Será que é real ou licença poética? Preferi não perguntar.

É emocionante assistir a um homem expondo-se na posição de vulnerável. Se a vulnerabilidade é amarga para nós mulheres, certamente pode ser ainda mais insalubre aos homens, que aprenderam desde meninos o desgosto do que é não poder aparentar fraqueza; como bem disse meu tio depois de assistir ao vídeo, “o homem se torna manco se não mostra seu lado sensível”. Foi mais ou menos isso e achei tão lindo.

Mas de volta ao surf, é precioso saber parar. É corajoso aceitar que talvez seja a hora de dar um tempo, mesmo sabendo que aquilo pode trazer consequências, pois surfar não é como andar de bicicleta. Dói voltar.

Em contrapartida, se a gente força a barra pode ser pior. Não há nada mais lastimável na vida do que surfar sem vontade de surfar.

Por fim, surfar é maravilhoso e não faltam motivos para seguir surfando ou começar a surfar e o Origem Surf já cansou de levantar a bola do surf.

Mas a verdade é que o surf é muito mais do que um esporte e tudo que representa complexidade e mágica deve ser observado atentamente. Então compreende-se por quais razões entrega-se de corpo e alma ao ato de surfar. Assim a pausa será como um breve respiro, algo essencial talvez, como retomar o fôlego…


Ficha técnica – Sem vontade de surfar

Surfista: Edinho Leite

Direção e roteiro: Rafael Reis

Direção de Fotografia: Julia Mattos

Produção: Gaba Melo

Música: Edinho Leite

Edição: Rafael Reis

Sobre o autor

Origem Surf

Janaína Pedroso surfa há 21 anos. É formada em Comunicação Social/Jornalismo, com especialização em Roteiro para TV, Teatro e Cinema. Já atuou como apresentadora com passagens pela Globo, Band e CNT e como repórter para Editora Trip. Atualmente divide seu tempo entre a maternidade, o surfe, a produção de textos e à frente da empresa de comunicação Origem Press.

Postagens relacionadas
Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

Surf de Yago faz Brasil retomar esperança de título mundial

O surf de Yago brilhou em El Salvador. A etapa Surf City El Salvador Pro finalizada ontem, 09, mostrou que o Brasil está na briga por mais um título mundial. Apesar da vitória de John John Florence, os brasileiros Yago Dora, vice-campeão, e Gabriel Medina avançaram no...

A história por trás de um viral emblemático do surf

A história por trás de um viral emblemático do surf

A internet trouxe com ela alguns fenômenos e um deles é sem dúvida o viral, aquele vídeo ou foto que viraliza, e alimenta o algorítimo em escalas montanhosas; e o surf também surfa a onda. Quanto mais visualizações, mais o bicho ganha tração. No surf há inúmeras...

0 comentários

inscrição feita!

Pin It on Pinterest