Home > Destaque > Bells Beach 2023: despedida de Owen Wright do mundial

Bells Beach 2023: despedida de Owen Wright do mundial

por | abr 9, 2023 | Campeonatos, Notícias, WSL

Uma das etapas mais tradicionais do mundial, que ocorre desde 1962, Bells Beach apresenta suas ondas ao mundo por mais um ano. A ocasião marca a despedida de Owen Wright que anunciou há pouco sua aposentadoria do tour.

Frias e pesadas, as ondas do mar de Bells Beach estão longe de ser “tranquilas”. Localizada a pouco mais de uma hora de Melbourne, Austrália, a etapa é sem dúvida bastante representativa, especialmente, para a comunidade australiana.

Inclusive, Bells foi declarada Reserva de Surf pela comunidade local já em 1973, primeiro ano em que a marca Rip Curl passou a patrocinar o evento mundial, que mais tarde entraria para o Tour que hoje conhecemos.

Mais tarde, em 2011, Bells foi incluída na lista de Patrimônio Nacional da Austrália.

Obrigada, Owen: aposentadoria em Bells

Além de iniciar o polêmico corte, que será finalmente definido em Margaret River, próxima parada do calendário mundial, a etapa de Bells Beach 2023 marca o adeus de Owen Wright. O australiano, talentosíssimo nos tubos, que já esteve entre os melhores do mundo diversas vezes, (3º do ranking em 2011), se despede.

Nascido em 1990, em Culburra, Austrália, começou a surfar aos 7 anos de idade. Aos 9, o pequeno surfista já tinha feito sua primeira surf trip à Indonésia, experimentando os expressos azulados de Uluwatu.

Aos 14, o goofooter já estava aprontando e mostrando seu talento nato no Havaí, inclusive em Pipeline, onde mais tarde sofreria um grave acidente.

Antes de chegar à elite do surf mundial, em 2010, Owen já havia conquistado títulos importantes como amador, inclusive o de campeão nacional da Austrália, antes dos 18 anos.

Acidente e recuperação

Além de vitórias e momentos incríveis no tour, Owen protagonizou em 2015 uma das cenas mais difíceis com relação ao que um surfista profissional está sujeito. Durante uma sessão de treino em Pipeline, Owen sofre uma lesão no cérebro.

Na época do acidente, Owen ocupava a quinta colocação no ranking mundial.

A grande volta por cima

Certamente uma das histórias mais inspiradoras, a trajetória de Owen daria um excelente filme. Pior do que muitos imaginavam, o acidente de Owen tinha lhe custado fortes sequelas, inclusive não conseguir andar.

Como se não bastasse reaprender a caminhar, Owen Wright voltou a surfar, vencendo Gabriel Medina na briga por uma medalha olímpica. O surfista estava mais do que recuperado, agora dono de uma medalha de bronze na estreia do surf nas Olimpíadas.

Obrigada, Owen! Cheers mate!

Owen Wright se despede do Tour durante Rip Curl Pro Bells Beach. Foto Beatriz Ryder/World Surf League.

Sobre o autor

Origem Surf

Janaína Pedroso surfa há 21 anos. É formada em Comunicação Social/Jornalismo, com especialização em Roteiro para TV, Teatro e Cinema. Já atuou como apresentadora com passagens pela Globo, Band e CNT e como repórter para Editora Trip. Atualmente divide seu tempo entre a maternidade, o surfe, a produção de textos e à frente da empresa de comunicação Origem Press.

Postagens relacionadas
Onde assistir o ISA World Surfing Games 2024

Onde assistir o ISA World Surfing Games 2024

Saiba onde assistir ao ISA World Surfing Games que promete ser um dos eventos mais empolgantes do ano para os fãs do surf, reunindo os melhores atletas do mundo em uma competição que não só celebra o esporte, mas também oferece as últimas vagas para os Jogos Olímpicos...

ISA 2024: caminho para Olimpíadas e sustentabilidade em foco

ISA 2024: caminho para Olimpíadas e sustentabilidade em foco

Os Jogos Mundiais de Surf da ISA de 2024 prometem ser um marco no calendário esportivo global, reunindo os principais talentos do surf em busca de uma vaga nas Olimpíadas de Paris 2024. O evento, agendado para ocorrer de 23 de fevereiro a 3 de março, será realizado...

Mulheres brilham em condições clássicas no Hurley Pro Sunset Beach

Mulheres brilham em condições clássicas no Hurley Pro Sunset Beach

Ondas altas e performances belíssimas marcaram a estreia da categoria feminina no Hurley Pro Sunset Beach, a segunda etapa do calendário do Championship Tour (CT) da WSL. A líder do ranking, Caity Simmers, teve que se esforçar para se manter na competição. Com uma...

0 comentários

inscrição feita!

Pin It on Pinterest