A atleta de São Paulo, Julia Santos faturou a “expression session” do Dream Tour que rolou na praia da Ferrugem, no último final de semana. Julia, que tem no repertório manobras progressivas, como os aéreos, soltou um layback para ninguém botar defeito e abocanhou a bateria especial. Ao seu lado, Peterson Crisanto também brilhou os olhos dos juízes e espectadores.

Quero agrader por terem colocado a categoria feminina na expression session. Isso incentiva todas a melhorar seu surfe progressivo. Busquei uma onda com junção que tenho uma boa manobra, o layback, achei a onda certa e rolou, diz Julia.

Julia Santos mostra seu layback durante o Dream Tour, circuito brasileiro. Foto David Castro.

O que é a expression session

A nomeada como expression session é geralmente disputada por diversos surfistas na água e em uma só bateria. Diferente de como ocorre nas baterias convencionais, com dois a quatros surfistas por vez, neste caso entram vários na água.

Históricamente, no Brasil, as mulheres costumam ser excluídas com frequência desse tipo de bateria que tem como foto manobras progressivas, como aéreos e laybacks.

Siga o Origem Surf no Instagram

Laybak, progressão e estilo em uma manobra só

Lay back, deitar para trás ao pé da letra. No surf, não é tão diferente à medida que o surfista deita as costas na água, literalmente.

O layback se tornou popular em 1976, graças ao australiano Peter Townend. Tida como uma extensão do cutback de frontside, o layback já foi classificado como uma das manobras mais radicais, em 1979.