ONU e Justiça climática: já ouviu falar?

O termo ganhou força essa semana, a partir de um fato que deve marcar a trajetória e, principalmente, as decisões e os desdobramentos no que diz respeito às ações para conter a crise climática. Isso porque Vanuatu, conjunto de ilhas paradisíacas do Pacífico Sul, conseguiu que a ONU solicitasse ao Tribunal Internacional de Justiça um parecer inédito sobre as obrigações de determinados países, com relação ao clima. 

As informações foram compartilhadas por Natalie Unterstell, mestre em administração pública pela Harvard, e ativista ambiental. Ela que se tornou uma importante voz e tem jogado luz sobre a temática do clima.

“Vanuatu ganhou nesta quarta-feira, 29, votação histórica nas Nações Unidas que pede ao mais alto tribunal do mundo para estabelecer, pela primeira vez, obrigações que os países, maiores emissores, têm em relação à crise climática”, diz Natalie.

Natalie recorda que Vanuatu há tempos enfrenta os desdobramentos em decorrência do aumento do nível dos mares e da intensificação de tempestades.

Desde 2021, o país vem argumentando que a emergência climática se tornou uma questão de direitos humanos para os povos do Pacífico.

A decisão é importante e histórica à medida que dá peso e autoridade para informar tanto sobre negociações climáticas, mas também sobre futuras ações judiciais que assegurem e fortaleçam as posições dos locais e dos povos mais vulneráveis. 

“A justiça climática é um imperativo moral para enfrentarmos essa crise”

António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas. 

Confira o pronunciamento de Natalie Unterstell, na íntegra, aqui! 

EUA e China não apoiam a decisão

Provavelmente, dois dos maiores emissores de gases poluentes e, portanto, os responsáveis pelo agravamento da crise climática, EUA e China não apoiaram a decisão. Ambos se ausentaram por completo da votação, demonstrando portanto nenhum posicionamento a respeito.

Vida Marinha e surf em Vanuatu

Considerado um paraíso na Terra, Vanuatu fica no Pacífico e concentra um grupo de ilhas belíssimas, dessas de filme. Além de vida marinha abundante, o ldestino também é escolhido por surfistas em busca de boas ondas.

Relativamente próxima a uma das ondas mais cobiçadas e belas do planeta, Teahupoo, Vanuatu possui diversas ondas para a alegria dos que surfam.

Vida marinha em Vanuatu. Foto Unplash.
Vanuatu, vizinha de Fiji, conquita ato inédito por meio de decisão da ONU. Imagem Google Earth.